Loading...

The
Glossary

The contents of the CINARTS paths by choice do not use difficult or specialist terms, but directly their definitions or concept – not exhaustive, but sufficient to figure out the meaning. In this sense, this is a reverse glossary: an anti-glossary.

On this page you will find the alphabetical list of the concepts and terms drawn from the paths.

3T

3T é um termo contemporâneo usado para caracterizar a política cultural húngara durante as décadas do mandato do primeiro secretário János Kádár (1956-89). Representa as iniciais para “banido, tolerado, apoiado” (alusão em húngaro: támogatott, tűrt, tiltott). As obras de arte, performances, artistas e eventos públicos eram classificados de acordo com uma das três categorias, determinando assim o seus destinos. No entanto, o sistema não era coerente. Alguns decisores tinham grande margem de manobra e, de vez em quando, vozes surpreendentemente críticas chegaram a ser ouvidas (como, por exemplo, os lendários sketches do comediante stand-up Géza Hofi ao longo da década de 1980). Ao mesmo tempo, um livro ou filme do ocidente sem qualquer referência política poderia ser banido.

Cruz Flechada

Um membro do Cruz Flechada pertencia ao Partido da Cruz Flechada, liderado pelo Primeiro-Ministro húngaro Ferenc Szálasi. Depois de ter sido proibido inicialmente e de ter sofrido uma reestruturação, o movimento da Cruz Flechada chegou ao poder a 16 de Outubro de 1944, através de um golpe de Estado. Nessa mesma noite, líderes do Cruz Flechada mataram funcionários judeus numa margem do Danúbio e atiraram-nos ao rio. Durante os 170 dias que durou o domínio do Cruz Flechada, dezenas de milhares de ciganos e judeus foram levados para campos de trabalho e de extermínio. A maioria dos judeus foi colocada em guetos e os seus pertences e habitações foram confiscadas. O Partido da Cruz Flechada também apresentou uma resistência impressionante ao exército soviético, que se aproximava. Consequentemente, o país inteiro tornou-se um campo de batalha e Budapeste esteva cercada durante várias semanas.

A Casa do Cruz Flechada era a sede do partido, localizada na Avenida Andrássy, nº 60, Budapeste. A sua cave foi cenário de propaganda antiguerra, resistência, judeus escondidos, assim como tortura de opositores ao regime. As delegações regionais e rurais do Partido receberam o mesmo nome. Na década de 1950, o edifício de Budapeste serviu de sede da famigerada Autoridade de Proteção do Estado (ÁVÓ), a polícia secreta da República Popular da Hungria

Arte Nova

Movimento artístico e filosófico desenvolvido na Europa entre o fim do século XIX e a primeira década do século XX. Influenciou as artes figurativas, a arquitetura e as artes aplicadas. Inspirado pelas formas da natureza, em particular pelo mundo vegetal, promulgou a ideia de que os artistas se deveriam dedicar a objetos de uso comum, combinando aspetos decorativos e funcionais. Assim, este estilo torna-se uma reação a uma arte dominada pela geometria precisa das formas neoclássicas. Entre os seus principais defensores encontramos Antoni Gaudí e Gustav Klimt.

Deus ex machina

Do latim “deus saído da máquina”, foi uma expressão originalmente usada na dramaturgia grega clássica em que só uma súbita intervenção divina salvaria os heróis de uma derrota. Mais tarde, passou a ser usada para referir um desenrolar feliz inesperado ou sem fundamento numa narrativa

Eros

Na religião grega, é o deus do amor físico e do desejo. É o que nos faz movermo-nos em direção a algo; um princípio divino que nos impele para a beleza. No seu ensaio de 1920 Para Além do Princípio do Prazer, Sigmund Freud define o Eros como o “instinto de vida”, que produz criatividade, harmonia, ligação, reprodução e auto-preservação.

Flashback

O flashback é uma técnica narrativa usada no cinema e na literatura para relatar acontecimentos que tiveram lugar no passado. É empregue para apresentar as personalidades das personagens, analisar cuidadosamente as suas ações, familiarizar os espetadores com os antecedentes, ou aumentar o suspense com a interrupção da narração no presente. O exemplo mais antigo de flashback aparece num filme do realizador francês Ferdinand Zecca (1901). Citizen Kane, do realizador norte-americano Orson Welles, é uma narrativa baseada no flashback. Os realizadores contemporâneos, como o norte-americano Quentin Tarantino, dão primazia ao flashback, mas este também tem um papel essencial em policiais, filmes de suspense e dramas psicológicos.

Gestalt

Escola da psicologia que se debruça sobre os temas da perceção e da experiência. O termo alemão onde a escola foi buscar o seu nome refere-se ao conceito de forma e globalidade. De facto, os defensores da Gestalt consideram que as experiências mentais devem ser estudadas na sua totalidade, uma vez que “o todo é maior do que a soma das partes individuais”.

Secção áurea

Ao aplicar a secção ou proporção áurea, dividimos uma linha numa parte a e numa parte b, sendo que a sua razão é igual à razão da sua soma pela maior das quantidades, (a+b): a = a : b. A proporção áurea está na base de inúmeras formas naturais que o olho humano vê como harmoniosas, por exemplo, algumas cascas de caracol, flores ou cristais poligonais. Esta proporção tem sido aplicada na arte de várias formas ao longo do tempo, como é o caso das pirâmides egípcias, edifícios e pinturas da Antiguidade e do Renascimento, obras de arte modernas, fotografia, design e topografia. O valor numérico da razão áurea exprime-se no número irracional Φ ≈ 1,618 (letra grega phi) e apresenta uma infinidade de características matemáticas fascinantes.

Graffiti

O graffiti é um tipo de desenho ou escrita geralmente ilegal que pode ser encontrada numa superfície pública visível. Embora hoje em dia os streets artists sejam cada vez mais aceites, o graffiti ainda é visto como vandalismo em muitos países. Os street artists são considerados marginais que se opõe à cultura e valores dominantes. Usado como uma forma de expressão pessoal, o graffiti tornou-se o meio preferido dos que vivem à margem, da revolta e do protesto. O graffiti tornou-se sofisticado a nível mundial, dando-nos alimento para a reflexão. Muitos graffiti ilegais tornaram-se famosos e aceites, fazendo agora parte da imagem contemporânea de cidades como Paris, Nova Iorque, ou Berlim.

imperialismo

A política, prática ou defesa da extensão do poder e domínio de uma nação, especialmente através de aquisições territoriais diretas, ou pela obtenção de controlo indireto sobre a vida política ou económica de outras áreas.

Kulak

Após a 2.ª Guerra Mundial, em conformidade com a ideologia comunista, na Hungria como em todo o Bloco Soviético, os camponeses que se recusavam juntar às cooperativas agrícolas eram discriminados e perseguidos. A palavra “kulak” tem origem no russo, que designava os camponeses relativamente ricos.

Plano Médio

Ambiente geral presente embora a figura humana seja protagonista; o corpo do sujeito ocupa desde um terço a metade da altura do enquadramento. Apenas os traços mais marcados do rosto são percetíveis.

Metafísica

Na arte, indica uma corrente visual do séc. XX que procura representar o que existe para além da aparência física da realidade e da experiência dos sentidos. As principais características dos trabalhos metafísicos são: perspetivas construídas de acordo com pontos de fuga múltiplos e incongruentes; a ausência de personagens humanas e uma acentuada sensação de solidão; fundos em cor uniforme e homogénea; contextos sem referências temporais (fora do tempo); sombras demasiado compridas para o tempo do dia representado.

Nouvelle Vague

Movimento cinematográfico inaugurado em França, no final da década de 50, liderado por críticos associados à revista Cahiers du Cinéma e alguns tornados realizadores. Sendo uma expressão de origem mediática, o termo foi utilizado, pela primeira vez, no Festival de Cannes de 1959. Os filmes de baixo orçamento e cenários reais da Nouvelle Vague, com narrativas soltas, estilos de montagem livres, uma espontaneidade juvenil, e homenagens aos géneros de Hollywood e filmes de série B, desafiavam, de forma energética, as convenções do cinema francês de “qualidade” da década de 50.

Fenomenologia

No seu sentido amplo, ‘fenomenologia’ significa uma filosofia descritiva da experiência. O objetivo da fenomenologia é delimitar a panóplia completa e infinita de experiências em todas as suas diferentes variantes (na perceção, na fantasia, etc.).

Pochoir

Técnica manual de coloração, semelhante ao estêncil, que consiste em fazer máscaras para serem colocadas sobre um filme ao qual é aplicada cor. Desta forma, a cor adere às partes visíveis, sem afetar as outras.

Positivismo

Sistema filosófico baseado na ideia de que tudo aquilo que existe pode ser verificado através de experiências, observações, ou provas matemáticas e lógicas. Os positivistas são quase sempre fortemente realistas — isto é, acreditam que aquilo que experienciamos, enquanto realidade, é aquilo que encontramos no mundo. Por outras palavras, acreditam numa verdade objetiva.

Sinbad

Sinbad (o marinheiro) é um personagem de contos árabes. Durante as suas sete viagens lendárias encontra e luta contra uma variedade de criaturas míticas e monstros. A sua principal característica é a inquietação: não importa quão atraentes são as suas perspetivas de vida com a sua atual e gloriosa aventura, pois rapidamente se aborrece e parte novamente à aventura. Nas duas primeiras décadas do século XX, Gyula Krúdy – para quem As Mil e Uma Noites e especialmente as aventuras de Sinbad eram leituras favoritas de infância – publicou vários conjuntos de histórias sobre um homem inquieto chamado Sinbad, que salta de um lugar para o outro, e de um relacionamento para o outro. Estas histórias acabaram por ser a matéria-prima do filme de Zoltán Huszárik.

Surrealismo

Movimento cultural, literário e artístico inaugurado em França e depois espalhado pela Europa, entre a Primeira e a Segunda Guerra Mundial, baseado na reavaliação do subconsciente, da imaginação, da maravilha e do mágico enquanto a verdadeira realidade e verdade humana; contra a lógica, o racionalismo e os valores estéticos e morais tradicionais

Sinestesia

Do grego antigo sýn “junto” e aisthánomaiossia “sensação”, este termo significa “união dos sentidos”. É uma figura de estilo em que um dos sentidos é descrito usando termos pertencentes a outros, ou, de forma mais geral, uma condição em que um dos cinco sentidos estimula simultaneamente outro sentido.

Tânatos

Na mitologia grega, é a personificação da morte. Para Freud, é a “pulsão de morte”, que causa destruição, repetição, agressão, compulsão e auto-destruição.

Tingir

Absorção de um líquido por um corpo ou substância, sem que ocorra nenhuma reação química. Mais especificamente, é um processo no qual a emulsão ou suporte (filme) é pintado, dando à imagem uma predominância monocromática de cor uniforme.

Tonalizar

Mudança de cor de uma solução depois de uma transformação química. Mais precisamente, é um processo no qual os grãos de prata da película são substituídos por sais metálicos ou tintas gravadas permanentemente, obtendo assim um efeito cromático em que as partes negras da imagem são substituídas por um cor, enquanto as mais claras se mantém quase brancas.

Tríptico

Com o sentido original de “altar com asas articuladas”, o tríptico é um tipo de altar cujo painel central de madeira é ladeado por dois painéis mais pequenos. Do ponto de vista artístico, é um método de criação de imagens frequentemente usado em pinturas medievais: um retábulo dividido em três secções, incluindo painéis laterais [que podem ser fechados sobre o painel central e são portanto pintados dos dois lados, interior e exterior]. Este método de construção também foi popular entre pintores de séculos posteriores. Era usado em pinturas cujos temas estavam relacionados com a religião em geral, ou que aludiam a esta de forma irónica.